por Romulo De Lazzari em 04/03/2008 as 13:39

jogo das Chiquititas será um sucesso

O maior mito brasileiro é: “o Brasil é o país do futebol”. Pura mentira! Não quero falar de qualidade não! Nossos jogadores são os melhores do mundo, sem dúvida, mas o que acontece com esse país que os times estão todos quebrados e a qualidade das coisas (estádios, transmissões, conforto para o espectador) são horríveis!Uma coisa que definiria meu país seria como: “o país das novelas”. Todo dia, em todos os lugares se fala nisso: “quem matou o João”, “quem explodiu o shopping”, “fulano beijou ciclana?” É sempre a mesma coisa, entra autor, sai autor, a rotina não muda. Sempre existe uma história diferente mas que acaba com um beijo no final. E nesse meio tempo passa-se 6 meses de enrolação.

Eu já assisti algumas novelas (hoje em dia não tenho mais tempo) e fiquei surpreso com algumas que, sinceramente, deixam muitos jogos a desejar. Lembro daquela interpretada pela Regina Duarte que deu a luz a uma criança no mesmo dia de sua filha e vendo que a criança dela havia morrido no nascimento, trocou os berços e “deu” o seu bebê a ela. Admita, é uma novela, mas o cara que pensou nisso teve uma sacada brilhante! Dá de 10 em muitos jogos que acham “legal pra car****” por aí!

Nota mental: imaginem se nós tivéssemos jogos com roteiros de novelas? Seria um sucesso estrondoso!

A novela das Chiquititas começou na Argentina e logo já tinha sua versão brasileira. Não deu outra, foi um sucesso estrondoso entre o pessoal mais novo, principalmente entre as meninas. Você pode não ter gostado de Chiquititas, mas diga que nunca gostou de Carrossel? Malhação? Cavaleiros do Zodíaco? Dragon Ball? Capitão Planeta? Naruto? Pokemon? High School Musical? Rebeldes? Todo mundo foi criança (ou ainda é, como eu :) ) um dia $%&#@! E nada mais justo que explorar todo esse potencial do programa de TV dentro de um jogo.

Agora vamos aos fatos. No Japão, onde o potencial de comercialização e também a aceitação dos jogos é bem maior. Jogos com histórias de animes são na maioria das vezes um sucesso! Quer um exemplo atual? No começo do mês passado foi lançado o Super Smash Bros. Brawl e muita gente divulgou suas vendas estrondosas, o que não é nenhuma surpresa, o surpreendente foi ver o quarto lugar naquela semana: Suzumiya Haruhi no Tomadoi para Playstation 2, com 114 mil cópias vendidas. Você deve estar pensando WTF?! Assim como o “lef” fez em sua imagem (bem legal por sinal) no blog Continue. Suzumiya foi um grande sucesso nas TVs japonesas no ano de 2006. Eu o assisti completo e achei bem legal (uma “historinha boba” como o Tiago diria) . Acho que não jogaria este jogo pois deve ser algo bem chato vi um vídeo no youtube e parece ser algo relacionado à história do anime. Outro grande exemplo é a série de jogos do anime Naruto e Bleach para o DS, vendem como água na terra do “Livro Sol”. Sem comentar Dragon Ball, se pensarmos há alguns anos atrás.

Capa de suzumiya Haruhi no tomadoi para PS2
Capa do jogo Suzumiya Haruhi no tomadoi

Agora imagine isso transferido a nossa realidade, tá bom, 114 mil cópias é um exagero para os nossos padrões, mas que seja metade disso! Já seria um sucesso. Não sei qual foi o real motivo da escolha de Chiquititas para o jogo, poderia ser qualquer outra novela/seriado. Mas o sucesso que o seriado argentino obteve deve impulsionar na curiosidade para a compra do jogo. Que aliás, será feito para Wii, que já é uma grande jogada! Esse é o vídeogame para quem não gosta de vídeogame, vide minha namorada, ela joga seu Wii de vez em nunca quando, mas comprou um e isso entra nas estatísticas favoráveis a Nintendo.É claro que qualidade não pode faltar, senão nada vai pra frente, isso depende da Bioroid, produtora responsável pela criação do jogo. Muitos deram risadas com a notícia do jogo, eu simplesmente achei fantástico (além de dar risada) . E, se bem sucedido no desenvolvimento, o jogo será um grande sucesso!

Categorias: Filosofia, Pessoal | 132 Comments »